segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Xadrez


Ontem, avançaram os peões dos reis e saíram os quatro cavalos. Em três semanas, os bispos também sairão. Começou o jogo. Como de praxe, disputa-se o centro do tabuleiro. Para cada posição tomada é uma relação de força que nasce e as redes de interdependências que se reforçam. Preparem-se! Quando anoitecer em 26 de outubro, começará 2010. A briga promete ser boa. Muito boa.



.*.

PS.: Comecei a escrever uma reflexão sobre as eleições e os significados que podemos extrair do resultado das urnas. Porém logo abortei. Este blogue, mesmo tendo um caráter de trincheira, não é sobre a política. Mais tarde criarei um novo blogue para expor alguns pensamentos políticos. Aceito sugestões de nome e temas. Por enquanto, fiquemos com só com a fotografia.

12 comentários:

thiago tur disse...

não concordo com essa visão de jogo cartesiano da política, acho q as vezes as questões lógicas nem são de tanta importância... nem tenho como argumentar, é mt mais uma impressão... sei lá...Acho q isso passa pela hogeriza que tenho do nosso sistema político

thiago tur disse...

não sei se entendi bem o q bourdieu fala sobre campo político, mas acho q o cerne é: participar é legitimar...

gabriel vitorino disse...

A política é mesmo muito parecida com o xadrez. A disputa pela conquista de posições estratégicas no tabuleiro que lhe permitem um movimento de ataque, defesa, ou ambos, o tabuleiro como verdadeira disputa, da qual decorre a vitória ou derrota, efim, muitas semelhanças. A principal diferença é que na política as condições iniciais dos jogadores sempre são desiguais.

li disse...

O.o The best ever!

Isabella Macedo Torres disse...

Concordo plenamente com o que o Gabriel disse.
A política envolve movimentos, muitas vezes, minuciosos. Pena que, no Brasil, a política envolve uma estratégia que, na maioria das vezes, é comprada. E aquele rei que poderia estar em cheque pela sociedade, acaba sendo encoberto pelas demais peças. Uma pena...

thais disse...

a foto só não ficou melhor porque a partida não era contra mim :P

Isabella disse...

Só uma retificação: é xeque, e não cheque, como eu escrevi anteriormente, rs...

Ana disse...

Tudo na vida é xadrez, porque xadrez é raciocínio e estratégia. A política não escapa disso. Nem as relações profissionais, sociais e até (ou principalmente?) amorosas.
É tudo jogo.

Voz Vermelha disse...

Muito bom o blog, parabéns camarada!!!

Realmente concordo que tudo na vida é como se fosse o Xadrez...

Saudações

Thiago disse...

adiciona meu blogger

rs

Thiago disse...

adiciona meu blogger

rs

Hanna disse...

mto bom, comentário e foto...e já fazendo um comentário sobre a postagem tempos: do caralho!!!!!...vc tá cada vez melhor nisso, Vitinho, parabéns!!!
bjo