domingo, 16 de agosto de 2009

Ternura

15 comentários:

Teresa Cristina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

"Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentado
Pela graça indizível dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras dos véus da alma...
É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieto, muito quieto
E deixes que as mãos cálidas da noite encontrem sem fatalidade o olhar extático da aurora."

Brunno Amâncio disse...

Isso acredito que posso denominar de uma feliz foto. Pois, se congela um instante, um sempre presente por assim dizer. Uma das minhas crenças sobre a desfragmentação que ocorre em nós seres (seres humanos), e gradativamente, contagia toda a sociedade, é justamente a ausência da boa vontade em congelar momentos felizes. Não digo que o que falta é mais fotos sobre momentos felizes. Não é isso o que quero dizer, lamento não me fazer claro, o que quero audaciosamente dizer é o que temos falta de boa vontade em realizar momentos felizes e propagá-los, como se fôssemos uma câmara fotográfica.
Boa semana!

Gabriel Vitorino disse...

Foto linda; impressionante. Ternura é um ótimo título. Repare também que o fundo branco da página realça o efeito terno que a foto provoca. Será que outros fundos poderiam gerar outros bons efeitos?

Thiago Cascabulho disse...

Muito bom, Vitor. A foto merece o nome - na minha opinião - a palavra mais bonita do português: ternura.
Abraços

Ohana R. disse...

nossa, essa foto me emocionou !

filia sun libertatis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabella disse...

Hummm... tem alguém aqui apaixonada pelo Vitor!

Guilherme Aglio disse...

Fala ae, sr. vogel -


É o poodle quem vos escreve!


Não sabia que você tinha um blog -

pois então, também tenho - e se te interessar, da uma olhadinha!

L.C. disse...

Foto lindíssima.

=)

Felipe Duque (Valença) disse...

Foto linda, cara!
Parabéns!

disse...

As palavras sao poucas pra qualificar uma foto dessas ...

Anônimo disse...

"Anônimo disse...
16 de Agosto de 2009 19:42"

"Ternura" por Vinicius de Morais

Mais uma de tantas formas de ternura...

Jana disse...

Fantástica!!!

Andressa Guerra disse...

Os olhos da criança me chamaram muito a atenção. Eles se sobressaem lindamente em relação ao restante do rosto. Bela foto!